Domingo, 22 de Maio de 2005

GRAFITTI, por Maria João Gonçalves

grafitimj.jpg

“Grafitti” é uma palavra italiana relativa a grafia ou escrita. A utilização deste termo generalizou-se no plural, ao longo do século XIX associado à descoberta de inscrições gráficas anónimas nas paredes de alguns monumentos antigos.
Nos “grafitti” foi possível encontrar testemunhos importantes sobre a vida quotidiana dos povos antigos. No entanto, até ao presente, enquanto manifestação social e estética, os “grafittti” não foram alvo de estudos gerais, estando a sua história antropológica por fazer.
Em termos genéricos o que distingue o “grafitti” de outras formas de expressão plástica e gráfica, não é os meios nem os matérias utilizados, mas sim, o significado social que lhe é reservado: forma de expressão não profissional, se não mesmo ilegal e por isso marginal e privada.
Mas esta “ilegalidade” dos “grafitti” aos poucos e poucos vai ficando em segundo plano dando lugar a uma verdadeira nova forma de expressão artística onde miúdos com os seus elementos futuristas ditam novos estilos com o bico do “spray”.
A década de 70 conhecida por todos os seus excessos e novidades, fez nascer uma nova arte, o “grafitti” e todo o que a ele está associado: o hip hop, o breakdance e o deejaying.
Mesmo quando o “grafitti” ganha outras variantes e inovações a sua essência continua a ser uma referência onde se instituíram os princípios básicos.
O “grafitti” é uma arte. Uma arte moderna que exige partilha, fusão e estreitamente de laços de camaradagem e amizade.
Muitos não vêm esta arte com bons olhos, outros não vivem um dia sem deixar a sua marca nas paredes e muros das cidades.
Atentos aos traços, à distância entre a parede e as mãos que seguram os “sprays”, jogos de cores, contornos e degradés… É como se as letras dançassem no espaço imersas por uma imensa topografia de cores, formas, que surgem a partir de inúmeras técnicas e truques que se usam para surpreender os outros.
publicado por António Luís Catarino às 18:05
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 25 de Maio de 2005 às 17:04
Esqueci-me de dzer isto na minha mensagem:Mas acho que a sociedade deve aceitar esta forma de expressão dos jovens desde que seja legal e em locais proprios
patricia
</a>
(mailto:tixinhacastro@hotmail.com)
De Anónimo a 25 de Maio de 2005 às 17:01
Acho que fizeste muito bem em falar deste assunto, porque muitas pessoas são pouco liberais em relação a esta forma de arte.Por vezes temos que pensar que os desenhadores não podem desenhar ou pintar em qualquer parede, mas sim nos paineis proprios.
patricia
</a>
(mailto:tixinhacastro@hotmail.com)
De Anónimo a 23 de Maio de 2005 às 15:22
Maria João, este trabalho está muito giro e fala de um assunto que nem sempre é incluído como parte da nosa cultura por estar relacionado com coisas menos sociais... Contudo, é facto verídico que eles fazem parte do nosso quotidiano há já muitos anos... Por isso, considero que falar neste tema já é bom da tua parte, e com um texto tão bem composto e explicito nos conhecimentos que pretende transmitir, é sem dúvida espectacular...Continua...Filipe Vales
</a>
(mailto:amigosamigos@grafittisaparte.pt)
De Anónimo a 22 de Maio de 2005 às 18:08
Maria João: tentei, por todas as formas e feitios, colocar a tua imagem no «post». Infelizmente era muito grande e aqui no Sapo as coisas são controladinhas para dar espaço para todos. Assim, escolhi esta que espero sinceramente que gostes.Prof. Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alta ansiedade do profess...

. SOBRE A METODOLOGIA E PRÁ...

. Olha!, mais uma revista s...

. DESCOBERTO CEMITÉRIO ROMA...

. ATENÇÃO A ESTE FILME HIST...

. UMA PROPOSTA DE FIM-DE-SE...

. CALENDÁRIO ESCOLAR 2005/2...

. Crianças, telemóveis e o ...

. UM FILME A NÃO PERDER: «C...

. AS MISTERIOSAS GRAVURAS G...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.favoritos

. E o homem com livros cont...

blogs SAPO

.subscrever feeds