Sexta-feira, 27 de Maio de 2005

O PEIXE ARANHA, por Teresa Mota

peixeara.jpg

Nome: Weeverfish
Família: Trachinidae
Trachinus draco (Linnaeus, 1758) (peixe-aranha maior)
Echiichthys vipera (Cuvier, 1829) (peixe-aranha menor)
Tamanho máximo registado:
PEIXE- ARANHA MAIOR - 55 CM 1KG 890 GRS
PEIXE- ARANHA MENOR - 15 CM

Peixe muito vulgar e até frequente na costa portuguesa e também nos
Açores, muito conhecido e temido pelos banhistas, pelo facto de ser
venenoso. Aparece nas praias, por vezes enterrado na areia a poucos
centímetros de profundidade, normalmente na vazante.

Peixe solitário, permanece imóvel no fundo onde, quando se sente
ameaçado ou pisado, ergue a primeira barbatana dorsal, na qual os três
primeiros raios (de cor negra ou castanha escura) são venenosos, que
se cravam no banhista, perfurando a pele e injectando o veneno (por
vezes os espinhos partem-se e ficam cravados no corpo do azarado).
Estas picadas provocam dores terríveis e intensas, sendo sempre
aconselhável a procura imediata de ajuda médica. Os sintomas gerais
são habitualmente moderados, mas nos casos graves pode ocorrer
lipotímia, vertigens, náuseas, hipertermia, vómitos, cefaleias,
ansiedade, diarreia, sudação, fasciculação dos músculos da extremidade
do membro afectado, cãibras generalizadas, dôr inguinal ou axial,
convulsões e dificuldade respiratória; ocasionalmente pode haver morte
devido a paralisia respiratória. Nas mulheres grávidas pode induzir o
aborto. As pessoas reagem ao veneno de acordo com a sua sensibilidade
ao mesmo - nos casos de alergia a este a situação pode revelar-se
extremamente perigosa.

Sempre que ocorra uma picada, o tratamento imediato consiste no
aumento da temperatura no local da picada, quer por imersão do membro
afectado em água à temperatura máxima suportável, durante 30 a 90
minutos, quer recorrendo a meios de improviso, como a aproximação de
um cigarro aceso, à menor distância que se puder suportar; este
tratamento baseia-se na termolabilidade (decomposição por acção do
calor) do veneno e só tem interesse se aplicado na ½ hora seguinte à
picada. Quando já passou algum tempo entre a picada e o tratamento, é
necessário recorrer ao uso de analgésicos sistémicos, salicilatos ou
opiáceos (geralmente meperidina), consoante a intensidade da dôr. Se a
dôr persistir, pode infiltrar-se a zona afectada com lidocaína ou
procaína. Na picada por peixe-aranha não há interesse na abertura da
ferida, a não ser que nela fique um resto de espículo, o que é muito
raro; assim, o tratamento da ferida limitar-se-á à lavagem e,
eventualmente, à irrigação da área e à aplicação de um desinfectante.

Deve ter-se em atenção que também existe um espinho venenoso em cada
opérculo branquial, o que pode provocar picadas nos pescadores mais
descuidados, sempre que procuram desferrar o peixe. O peixe aranha
permanece vivo várias horas depois de retirado da água e a sua picada
permanece venenosa mesmo muito tempo depois de morto.

Espécie carnívora, ataca peixes e invertebrados que passem ao seu
alcance, pois a sua imobilidade e cor, que o confunde com o fundo,
tornam-no quase invisível para as presas. É frequente a sua captura
com qualquer isco, sempre que se pesca em fundos de areia. É utilizado
na culinária, nomeadamente nas caldeiradas e fritadas.
publicado por António Luís Catarino às 21:57
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 22:21
Achei a iniciativa bastante engraçada, porém com algumas incorrecções científicas em termos de recuperação. O uso de lidocaína eh necessariamente anterior ao uso (extremo) de um opiáceo, e os termos técnicos utilizados como lipotímia, sudação, entre outros, teriam muito maior significado pratico numa linguagem mais acessivel a todos! Especialmente num trabalho de 7º Ano! Muito bom trabalho ainda assim!!Diogo Alves
</a>
(mailto:DLNAlves@gmail.com)
De Anónimo a 4 de Junho de 2005 às 18:59
Bem, este peixe é bem curioso mas, na minha opinião, depois de o conhecer, acho que não o quereria provar numa caldeirada!!!:-))CONTINUA, MOTINHA!!!Bia
</a>
(mailto:ascd@khj.dass)
De Anónimo a 27 de Maio de 2005 às 22:09
Então, Teresa, é este bichinho das águas não muito profundas que já me pôs aos berros nas praias? Sinceramente...tanta importância, tanta coisa e sai-me uma imagem insignificante! Tens a certeza que é para comer, como dizes no fim? Bom trabalho!Prof. Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2009 às 22:41
ESTE ARTIGO FOI INTEGRALMENTE COPIADO DO SITE KATEMBE EM http://www.katembe2.com
É uma falta de honestidade, a desta coisa que se chama Teresa Mota....
De Carlos Pinto a 18 de Janeiro de 2009 às 14:07
Esta Teresa Mota tem muita arte para copiar e armar-se em conhecedora - copiou tudo de http://www.katembe2.com/aranha.htm
De Pichas a 24 de Janeiro de 2009 às 01:54
Ahhhh pois é....
Fazer um figurão com os textos dos outros ó Teresa?
Já não há pudor nenhum?????
De Socrático Man a 23 de Julho de 2009 às 15:54
TERESA MOTA - Ganda Vaca copiona devias é ir apanhar na cona !
De Paulo Pedroso a 1 de Janeiro de 2010 às 23:47
Puta da Teresa Mota quer é pixota.
Copiona do caralho.
De pedro a 21 de Janeiro de 2011 às 11:43
Trabalho copiado...pedia maior atenção aos professores pelo copy/paste neste tipo de trabalho.

É de salientar a investigação mas pedir para alterar o conteúdo por outras palavras, exercitando a parte criativa.

Cumpts,
Pedro

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alta ansiedade do profess...

. SOBRE A METODOLOGIA E PRÁ...

. Olha!, mais uma revista s...

. DESCOBERTO CEMITÉRIO ROMA...

. ATENÇÃO A ESTE FILME HIST...

. UMA PROPOSTA DE FIM-DE-SE...

. CALENDÁRIO ESCOLAR 2005/2...

. Crianças, telemóveis e o ...

. UM FILME A NÃO PERDER: «C...

. AS MISTERIOSAS GRAVURAS G...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.favoritos

. E o homem com livros cont...

blogs SAPO

.subscrever feeds