Quinta-feira, 18 de Agosto de 2005

AS MISTERIOSAS GRAVURAS GIGANTES DE NAZCA, por Adriana Rute Gonçalves e Teresa Almeida

naz_10.jpg

Porque foram gravadas há 1500 anos no deserto?

Estranhos sulcos no deserto lavrados por mãos desconhecidas constituem um dos maiores mistérios arqueológicos da América do Sul. Foram concebidos há 1500 anos, cobrindo uma área com cerca de 650 quilómetros quadrados que se situa entre as actuais cidades de Nazca e Ica, no Sul do Peru.

Alguns dos sulcos correm a direito ao longo das baixas pampas peruanas, enquanto outros formam enormes desenhos que cobrem as planícies altas e as suaves colinas em redor. Estes só podem ser identificados, enquanto desenhos gigantescos, quando vistos no ar.

Desenhos de criaturas enormes:

Estas formas geométricas foram descobertas, em 1939, pelo historiador de arte americano Paul Kosok no decurso de um voo de reconhecimento.

As observações feitas por Kosok levaram a matemática alemã Maria Reiche a devotar a sua vida ao estudo daquelas figuras existentes no deserto. Ela descobriu que, se estes sulcos desenhados na areia amarela, com cerca de 25 centímetros de profundidade e pelo menos 90 centímetros de largura, fossem limpos da terra vermelha que os cobria, tornavam-se muito mais evidentes. Através deste processo, os cientistas revelaram a forma de um condor com mais 120 metros de envergadura. A gravura teve de ser fotografada do ar para revelar o seu significado. Mais tarde, outras criaturas foram expostas, tais como uma aranha cujas pernas mediam mais de 40 metros e outros gigantescos esboços de humanos, peixes, cactos e flores.

A maioria destes desenhos constitui a gravação de uma linha continua, que por vezes se estende por centenas de metros ou até de quilómetros através do deserto. A sobrevivência destas gravações antigas deve-se ao local, o clima e a geografia serem favoráveis. Vai muito pouco chuva na pampa, e a zona está protegida contra tempestades de areia pela linha de montanhas que ocorre pela linha de montanhas que corre ao longo da costa, no sentido oeste, e pelos contrafortes dos Andes, a este.

O que torna estas gravações tão intrigantes é a precisão do desenho e o sentido artístico da sua execução. Desenhos semelhantes, visando os mesmos propósitos estéticos, podem também ser encontrados na cerâmica de Nazca, cuja cultura floresceu entre os séculos IV e V. Isto faz com que seja seguro afirmar que foram os artistas de Nazca que produziram os sulcos no deserto.

Desenhos astronómicos:

Continua a ser um mistério a forma exacta como os Peruanos primitivos foram capazes de executar estes desenhos, que não podem ser abarcados num relance. Existe a certeza de que utilizaram cordas para os ajudar a desenhar as linhas direitas e as circunferências, mas ainda ninguém forneceu uma explicação completa quanto ao significado e fim destes desenhos. A maioria dos cientistas concorda que são desenhos astronómicos e Maria Reiche acredita serem o resultado de observações cósmicas. Um dos sulcos por ela descoberto segue directamente para o ponto onde o Sol se põe no hemisfério sul durante o solstício de Junho. Outras linhas, não rigorosamente paralelas, relacionam-se com os diferentes pontos onde o Sol se pôs durante os solstícios do ano 300 até 650 da nossa era. Apesar destas teorias, o mistério permanece, bem como a do escritor suíço Erich von Däniken, que acredita serem estas gravuras sinais da presença de extraterrestres e das suas pitas de aterragem.

Adriana Rute Gonçalves e Teresa Almeida

publicado por António Luís Catarino às 19:09
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 22 de Agosto de 2005 às 02:07
Olá Patrícia! Como vais? Boas férias? Claro que gostei do teu artigo. Não só gostei como é útil para todos a sua leitura. Quanto às outras perguntas, olha não sei se vou ser ou não vosso professor. Estou à espera do resultado dos destacamentos que devem estar a sair. Depois digo qualquer coisa, está bem? Entretanto.. continuação de boas férias!Prof. Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Agosto de 2005 às 15:21
Olá professor!!!já não vinha cá a muito tempo!!!Estou cheia de saudades da nossa turma(estou quase a chorar)e dos professores...:( Mudando de assunto;já reparei que o professor colocou o meu trabalho sobre o alcoolismo,gostou do meu trabalho???
Espero que sim!!!O professor vai ser nosso professor p'ro ano????
patricia
</a>
(mailto:tixinhacastro@hotmail.com)
De Anónimo a 18 de Agosto de 2005 às 19:13
Olá à Rute e à Teresa. Como vamos de férias? Boas? Ainda bem. Coloquei aqui o vosso artigo se bem que já haja outro publicado, mas só com o nome e autoria da Rute. Presumo que também a Teresa Almeida colaborou nele, então. Força para as duas e continuem a usar como entenderem este blogue. Inté!Prof. Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alta ansiedade do profess...

. SOBRE A METODOLOGIA E PRÁ...

. Olha!, mais uma revista s...

. DESCOBERTO CEMITÉRIO ROMA...

. ATENÇÃO A ESTE FILME HIST...

. UMA PROPOSTA DE FIM-DE-SE...

. CALENDÁRIO ESCOLAR 2005/2...

. Crianças, telemóveis e o ...

. UM FILME A NÃO PERDER: «C...

. AS MISTERIOSAS GRAVURAS G...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.favoritos

. E o homem com livros cont...

blogs SAPO

.subscrever feeds