Domingo, 22 de Maio de 2005

A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, por Beatriz Frutuoso

meioscomunic.jpg

Introdução.
Os meios de comunicação não são nenhuma invenção moderna mas resultam de uma necessidade básica de interagir com o mundo que nos rodeia permitindo-nos trocar ideias, expressar sentimentos, adquirir conhecimentos. Estes meios podem ser observados em todos os animais que comunicam cada qual com a sua linguagem. Os animais racionais (humanos) foram evoluindo a sua forma de comunicação de uma forma magnífica! O Homem desenvolveu, através da sua capacidade cerebral, inúmeras e espectaculares formas de comunicar, e é delas que vos pretendo falar neste meu artigo.

Como comunicamos?
Quando alguém está perto de nós usa a sua voz ou mesmo o corpo para comunicar. Se estiver muito longe escreve-nos uma carta ou telefona-nos. Mas, por vezes, pessoas desconhecidas também comunicam connosco através dos livros, filmes ou programas de televisão ou rádio.

Os nossos sentidos.
Os nossos sentidos também nos ajudam a comunicar com o mundo e, além disso, comunicam entre si. Os olhos informam-nos o que estamos a ver, os ouvidos escutam todos os sons permitindo-nos ouvir as pessoas com quem falamos, o nariz avisa-nos se existe uma fuga de gás, a boca saboreia e as mãos ajudam-nos a jogar ao quarto escuro ou cabra cega, e ainda contribuem para um linguagem não falada: a linguagem gestual. Esta varia de língua para língua. Por exemplo: enquanto de uma maneira geral os gestos americanos podem ser feitos com uma mão, a maioria dos ingleses têm de ser feitos com as duas.

Pinturas e desenhos
Desde há 20.000 anos atrás os homens pintam as paredes. Os que pertenciam à época pré-histórica faziam desenhos nas paredes das cavernas sobre a sua vida quotidiana e técnicas de caça. As tintas utilizadas eram feitas de carvão, plantas e terra e eram de várias cores. Essas pinturas hoje em dia, têm o nome de rupestres. Actualmente, existem muitos artistas que pintam paisagens, locais, objectos e retratos e acrescentam pormenores – para sabermos mais sobre a pessoa que está a pintar. Há várias áreas na pintura: retratos, grafiti, paisagens; e também nas próprias pinturas: pintura a óleo, cera, grafite, a lápis de cor. Acima de tudo, todas as pinturas têm algo em comum: todas tentam expressar os sentimentos do autor e, assim, comunicar com as outras pessoas, fazendo com que as mesmas reflictam acerca de um determinado assunto ou ideia.

O Telefone
Esta engenhoca veio modificar a comunicação, pois a voz humana pôde ser transmitida à distância. Agora, o telefone faz parte do nosso quotidiano e muitos acham-no indispensável.
O telefone toca para que saibamos que alguém deseja falar connosco. Ao marcar o número da pessoa, este toca e, quando atendido, uma corrente eléctrica leva a voz pela linha e o remetente ouve na perfeição o que é dito!
A princípio, houve muitas dúvidas e até acções judiciais acerca do autor desta obra-prima mas, contudo, veio a descobrir-se que o pioneiro António Meucci, um artífice italiano, emigrado nos Estados Unidos, que ideou um sistema de comunicação a pouca distância. Em 1871, registou a patente do seu dispositivo que era formado por lâmina metálica ligada com um electroíman. Dois anos mais tarde, com apenas uma pausa de duas horas, dois inventores – Graham Bell, professor de fisiologia vocal, e o electricista Elisha Gray –, apresentaram um requerimento de patente de um aparelho telefónico, bastante parecido. A este três homens que disputavam a patente do telefone entre si juntaram-se mais dez, entre eles Edison. Tudo isto deu lugar a uma discussão de autoria complicada, até que em 1888 o supremo tribunal dos Estados Unidos decidiu a favor de Bell.
Com o êxito da comunicação à distância começaram a desenhar-se e a fabricar-se diferentes tipos de aparelhos, especialmente de parede e de mesa, até chegar aos actuais modelos elegantes e cómodos.
A comunicação telefónica através dos mares obrigou a utilização dos «navios lança-cabos» que instalam as linhas empregando cabos submarinos.
Hoje, nos telefones do dia a dia, o auricular possui um diagrama e electromagnetes e o bocal contém um diafragma e grãos de carvão.
Antigamente, as chamadas telefónicas eram feitas à mão! Uma operadora perguntava que número de telefone se desejava e enfiava numa cavilha o fio correspondente.
Somos modernos!!! Por linha telefónica não viajam só vozes. Por exemplo, num videofone podes ver a imagem da pessoa com quem falas, num fax envias cartas, fotografias e desenho e nos computadores também se usam linhas telefónicas para comunicar uns com os outros!
Utensílio-base da sociedade de informação, o telefone tornou-se, no espaço de um século, uma aposta estratégica, de importância semelhante à do petróleo, da água ou mesmo da electricidade!
publicado por António Luís Catarino às 18:00
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 27 de Maio de 2005 às 22:46
Queiramos ou não, vivemos num mundo em comunicação e a prova disso mesmo é este blogue, não é? Parabéns.Prof. Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)
De tesao a 20 de Setembro de 2011 às 10:52
lalalalalalalallalalala
De Vanderleida Costa Alves a 21 de Fevereiro de 2011 às 12:25
Professora Beatriz, meus cumprimentos.
Agradeço por disponibilizar esta aula que, muito,
me tem servido na ministração de aulas e pesquisas.
Parabéns
De debora a 11 de Dezembro de 2011 às 21:34
gostei de mais porque me ajudou a fazer meu trabalho tomara q eu tiro nota boa

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alta ansiedade do profess...

. SOBRE A METODOLOGIA E PRÁ...

. Olha!, mais uma revista s...

. DESCOBERTO CEMITÉRIO ROMA...

. ATENÇÃO A ESTE FILME HIST...

. UMA PROPOSTA DE FIM-DE-SE...

. CALENDÁRIO ESCOLAR 2005/2...

. Crianças, telemóveis e o ...

. UM FILME A NÃO PERDER: «C...

. AS MISTERIOSAS GRAVURAS G...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.favoritos

. E o homem com livros cont...

blogs SAPO

.subscrever feeds